fbpx

Profissional de Finanças Pessoais 8 Motivos para Contratar um Consultor

Já imaginou ter um profissional para te acompanhar com suas finanças pessoais?

Acompanhe nesse artigo por que você deveria ter um planejador financeiro pessoal agora mesmo.

contratar consultor
Consultor apresentando uma planilha para o cliente

1- Não tenho tempo para organizar minhas finanças

Tempo é o recurso mais importante em nossa vida. Todos os outros conseguimos de certa forma guardar ou criar, porém tempo não.

Primeiramente, gostaria de fazer uma reflexão: Passamos a maior parte de nossas vidas trabalhando, a grosso modo, trocando tempo por dinheiro. Quando não estamos trabalhando queremos aproveitar o máximo do tempo, não é mesmo? Você já deve ter ouvido que dinheiro é igual a liberdade. Quanto mais dinheiro, mais podemos escolher entre o que queremos e o que não queremos fazer, certo?

Não seria correto tentar otimizar o nosso patrimônio para que o tempo gasto trabalhando seja o mais eficiente possível? Somente assim vamos trabalhar menos e ganhar mais fazendo o dinheiro trabalhar para você. Essa é uma das formas de otimizar o trabalho.

Por isso o planejador ou consultor é a melhor pessoa para te ajudar. Com metodologia e ferramentas comprovadas (veja nesse artigo o planejamento financeiro pessoal completo) você irá gastar menos tempo organizando as suas finanças e criando um processo para isso.

2- Não gosto do assunto economia e finanças

Economia e finanças é um assunto que realmente necessita ter uma base e conhecimento, portanto muitas pessoas se afastam do tema por não querer gastar todo esse tempo. Além disso, principalmente no Brasil, onde falar de dinheiro é tabu, muitas pessoas \”não gostam\” de conversar sobre isso.

Por isso que você deve delegar para um profissional. Ele será a pessoa que acompanhará o seu patrimônio investido e te explicar como otimizar suas finanças pessoais da melhor maneira.

3- Não tenho conhecimento suficiente

Eu não conheço nada sobre medicina. Quando tenho um problema de saúde, procuro um médio, certo? O mesmo acontece sobre exercício físico, quando quis melhorar minha performance na corrida, procurei um instrutor de corrida experiente. Mas e quando o assunto é finanças? Você recorre a quem?

Assim também, finanças pessoais não é um assunto fácil. Muitos cursos na internet te mostram como fazer, mas somente com o planejador financeiro pessoal você terá algo personalizado, alinhado com seus interesses e necessidades. Você não precisa se tornar expert e acompanhar bolsa de valores 24 horas por dia. Se dedique a aprender com um profissional e saber o básico para tomar as suas próprias decisões.

4- Não conheço um profissional de finanças pessoais

No Brasil o profissional de finanças pessoais é algo novo. Pesquisas indicam que nos EUA cerca de 30% da população tem seu próprio profissional, então temos um longo caminho pela frente.

Acima de tudo procure por indicações de amigos, se ninguém conhecer, procure na internet. Já existem profissionais que criam conteúdo sobre planejamento financeiro pessoal nas redes sociais e empresas que têm planejadores associados para realizar o serviço.

Quando encontrar o profissional, procure pelas suas qualificações e certificações, e verifique quais são os valores que ele acredita. Entenda se aquele profissional está alinhado com as suas crenças e compartilha dos mesmos objetivos que você.

5- Não tenho renda e/ou investimentos suficientes

É certo que ao longo de nossa jornada nossa renda e custos se modificam. Porém, ter um profissional para nos auxiliar e capacitar para que tomemos as melhores decisões é imprescindível.

Portanto veja sempre pela ótica de que o serviço de planejamento é um investimento, e que trará como recompensa rendimentos ao longo de toda a vida o conhecimento agregado ali. Se esperar para ter uma renda maior ou investimentos relevantes para procurar ajuda, provavelmente esse momento nunca chegará…

6- Já tenho um profissional de finanças pessoais (assessor de investimentos ou gerente do banco)

Como falamos no item 1, ter um profissional te auxiliando é a forma mais eficiente e rápida de atingir os seus objetivos. Mas como falamos em nosso artigo sobre a diferença entre planejador e consultor, existem duas coisas que você deve ter em mente quando contratar um profissional: Transparência e Conflito de Interesse.

Portanto, sempre que algum profissional de finanças te ajudar, questione de onde vem a remuneração e como ele é remunerado, pode ser que aquele investimento que acabou de ser lançado em determinada plataforma seja o que paga mais comissão para o profissional e não seja o ideal para os seus interesses. Fique atento!!!

7- Não sei por onde começar

Quero que pense na última habilidade que aprendeu. Pode ser um exercício, um instrumento musical, dirigir o carro… como você era no início? Bom? Acredito que não.

Além disso o planejador financeiro pessoal vai te acompanhar e mostrar todos os obstáculos que podem aparecer e como superá-los. Leia nosso artigo de como fazer um planejamento financeiro pessoal. Existem diversas áreas a serem analisadas e tendo alguém experiente você vai economizar tempo e dinheiro nessa jornada.

8- Já tenho uma estratégia para minhas finanças pessoais que sigo há muito tempo

Muito bom! Entendo que você sabe a importância de ter um planejamento financeiro e colocou em prática. Mas e o monitoramento?

Quanto está rendendo em juros reais? Quanto você está exposto em economia brasileira e global?

Conforme os anos foram passando, principalmente após a nova constituição do nosso país foram passando tudo mudou muito. O que funcionava para nossos pais e avós já não funciona mais. Algumas coisas foram boas, como o controle da inflação nos trouxe a necessidade de ser planejarmos a longo prazo. Por outro lado, não temos mais ganhos em renda fixa altos como era antigamente.

Portanto, faça uma revisão periódica de seus investimentos, como se fosse um check-up da sua saúde financeira. Eu te pergunto: quando foi a última vez que fez uma avaliação completa da sua saúde? E da sua saúde FINANCEIRA?

Conclusão

Enfim, ter um profissional para auxiliar nas finanças pessoais foi por muito tempo algo que apenas famílias mais abastadas tinham a necessidade e o acesso a esse serviço. No entanto, a tecnologia nos trouxe a possibilidade de disponibilizar esse serviço que antes era caro de maneira mais acessível e democrática podendo ser disponibilizada para todos.

Vemos também que com a complexidade da economia e dos mercados financeiros precisamos sempre estar com os melhores profissionais, não apenas no ramo financeiro, mas como contadores, advogados, entre outros.

Por último, deixo um convite a todos que estão compromissados com o seu futuro e querem buscar o melhor para suas famílias, entre em contato para conhecer ainda mais sobre o planejamento financeiro pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.